sábado, 16 de março de 2013

#158 - Agora eu sei exatamente o que fazer

(fonte: loveit)
Estou com várias músicas do Charlie Brown Jr na cabeça desde uma semana antes do falecimento do Chorão. Isso me deixou extremante chocada. Foi lamentável perder o poeta do sk8. As pessoas estão sendo malvadas e criticando mais do que deveriam. Sei lá. Acho injustas essas críticas todas. Se não curte, não joga pragas e críticas destrutivas. "Só o amor constrói pontes indestrutíveis", né?

Enfim, eu fiquei com as músicas do CBJR na cabeça por causa uma pessoa... E eu não sei se devo ficar feliz ou triste por isso. Não sei como devo me sentir em relação a isso. Não sei como devo agir em relação a ele. E eu espero que ele nunca leia isso, porque eu ainda quero acreditar que o meu espaço é o meu espaço.

Tudo diferente. Isso resume o tempo que estou com ele. É como se eu tivesse com um amigo brincalhão que eu posso beijar a boca e zoar o tempo inteiro. Ele tenta dançar comigo e, sei lá, me faz rir o tempo inteiro também. A gente conversa sobre tudo numa boa e acho que essa é a melhor parte. Não sinto como se devesse esconder ou disfarçar personalidades. A gente é assim e ponto. Falamos merdas sem censura, beijos.

Não sei, não sei, não sei. Não quero que me perguntem nada. Não quero pensar. Pensar faz as pessoas mais tristes. Não quero analisar fato nenhum, nem pensar no futuro. Só estou curtindo o agora em relação a tudo o que seja influente o bastante sobre a minha emoção.

Só quero deixar registrado que é muito bom ouvir todos os tipos de música que eu gosto perto de alguém que não vai me criticar o tempo inteiro. E não, não é funk noise.

Tudo virou de pernas para o ar. Removeria todos os nomes do meu blog-diário, se eu não o tivesse como diário. Mundo estranho, pessoas estranhas e caras-de-pau (ou cara-de-pau?).

ENFIIIIIIM, não me importa nada. Não quero pensar e refletir sobre nada. A vida é um saco, mas a gente tem que viver e tentar ser feliz, né? Só quero que os pernilongos do planeta morram. Porque eu ainda não achei nenhuma utilidade para eles além de me picar.

Transborda carinho, mundo. Transborda daí que eu transbordo daqui.

0 comentários: