domingo, 19 de junho de 2011

#102 - Falei sério


Descrever o que vem e fica. Tarefa complicada de verdade é explicar todas as causas e esses motivos todos. É difícil saber explicar o que não se sabe o que é.

Acredito que ninguém entende, acho que nem essa minha cachola tola aqui entende. Estou deslocada. Ando sem vontade, sem crenças e sem reações. Na verdade, reações tenho sim. Aquelas que fazem parar de agir como boba. Mudanças drásticas de humor estão me irritando profundamente. Não são reações minhas, são comigo. Não adianta argumentar mais com quem não interpreta essas palavras todas.

O que fazer com pessoas que não enxergam e não ouvem? Tenho um dó imenso delas. Perdem o que têm: amigos, amores... Não sei. Parece que agem assim porque sou sempre uma boa moça - com elas.

Cansei de sorrir para todos. Cansei de dar atenção a quem não liga para mim. Cansei de prestar atenção e sorrir de piadas sem graça. Cansei de tentar ser legal com quem não retribui. Estou chata. Chata mesmo. Dizem para você tratar o outro como queria ser tratado. Acho que isso não serve só para meu lado. Cansei. E do que adianta ser legal sempre se as pessoas não ajudam? Falar não lhe adiantou? Quando a ficha cair, falarei outra vez. Caso contrário, esquece.

1 comentários:

Alana Araújo disse...

Olha, juro que não lembro o motivo que passei a seguir seu blog. Sempre tem um motivo. Enfim, tava vendo o meu 'painel' e acabei querendo ler essa sua postagem. Acredite, foi uma surpresa muito boa! Você escreve muito bem, realmente conseguiu colocar em mim um pouco do seu texto. Passarei a ler todos os seus textos se continuarem a me acrescentar. Parabéns&Obrigada!