quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

#71 - I am needing

(fonte: weheartit)
O que acontece se eu quiser parar? Não acontece nada, porque eu não consigo parar. Só a vontade permanece... Sinto um choro entalado na garganta, mas eu não estou mal. Não mesmo. Só sinto ausência. Preciso de pessoas por perto. Quando há pessoas por perto, o meu instinto é sorrir e brincar.

Inconstante e aleatória, isso se resume a mim nesse momento, aos meus sentimentos. Pergunte a qualquer pessoa e ela falará que eu sou agitada e inquieta. Isso não prova muita coisa, elas não me conhecem. Eu não me conheço. Não sou agitada por vontade própria, as pessoas ao redor me causam isso. É quase como se quisessem acordar o meu espírito.

As férias estão no final e eu realmente estou com medo disso. Sinto como se fosse o tudo ou nada. Espero aproveitar demais, cada pessoa, cada momento, cada canto daquela escola. Estou sentindo falta do que não começou. E é estranho pensar no que farei durante e depois. Depois que se for, depois que a rotina - que não é rotina - acabar. Qual será a próxima etapa?

Eu estou me sentindo carente, mas é uma carência diferente. Uma sede, uma falta. Essa vontade é demasiada. Quero uma amiga, uma amiga que me fale, que me escute. Infelizmente, quando eu estava conquistando isso, perdi. Foi tomado, mas a culpa não é de ninguém. São fatos, ninguém me entende.

Bom, hoje é o segundo dia do segundo mês da segunda década do segundo milênio, uau! E isso não tem nada a ver com o que eu estava falando.

Preciso muito da ETE, preciso me ocupar, ter meus deveres, meu namorado, minhas distrações. Preciso de amigos, de pessoas de verdade. Preciso de cores, de sons e de palavras todo dia. Preciso de ideias e opiniões. Personalidade. Estou com um medo danado de acostumar com a condição que me encontro.


5 comentários:

Sabrina Torres disse...

Abstinência de ETE D:
Já começa as aulas, e na boa, nunca acreditei que ir para a escola seria melhor do que ficar em casa autistando kospakopsa'

bjo flor :)

Thales disse...

Vc não está sozinha nessa, EU QUERO 2 ETECS *------*

Lamanda Marques disse...

. OLÁAAAAAA !
. mulher , adorei seu blog !
. selinho pra você: http://dreammachiness.blogspot.com/2011/02/seeelinhos.html

Mariana Januário disse...

"Preciso muito da ETE, preciso me ocupar, ter meus deveres, meu namorado, minhas distrações. Preciso de amigos, de pessoas de verdade. Preciso de cores, de sons e de palavras todo dia. Preciso de ideias e opiniões. Personalidade. Estou com um medo danado de acostumar com a condição que me encontro." Essa parte... Perfeitaaa *-* tb tenho muito medo disso... medo Extremo! Mas tenho certeza q coisas simples da vida, como os amigos, podem e devem nos ajudar a superar essas coias futeis q tanto nos assolam.

Dé Mattos disse...

Menina tu escreve muito bonito, com o coração na ponta do dedo. Adorei a parte de que ninguém te conhece, sempre penso nisso. No quanto as pessoas julgam acreditando conhecer aquilo que somos, qdo na verdade ninguém sabe de nada, nem a gente mesmo. Eu me supreendo comigo, e acho essa uma das maiores maravilhas da existência: a capacidade de se reinventar!
Um beijo!