sexta-feira, 15 de outubro de 2010

#40 - Look around you, please "/

Ontem a aula na escola foi muito tranquila. Na verdade, mal tivemos aula. Jogamos conversa fora na aula de PTC,  com o professor Flávio, inclusive. Esses papos marotos me acrescentam muitas novas opiniões, expandem minha visão e senso crítico das coisas. Eu gosto muito de ouvir opiniões diferentes e junto com essas opiniões histórias vividas. Gosto muito de ouvir histórias que as pessoas contam. Como aconteceu ontem. Não lembro muito como começou todo aquele papo... Como não tinha muita gente na sala, o próprio professor pediu para nos sentarmos ao redor da sua mesa, alguém perguntou como havia sido seu feriado. E toda nossa conversa se levou em cima de opiniões críticas sobre o filme que o professor citou, Tropa de Elite 2. Falamos sobre política, opiniões sobre tráfico, educação e a conversa fechou em religião. Bom, isso parece tão “nerd”, mas é super legal quando você conversa, escuta e expõe sua opinião. E aí você descobre que existem pessoas que, como você,  não estão satisfeitas com toda a injustiça e violência que o país se encontra.

Pensei muito sobre o que foi falado, pergunto-me: “O que leva as pessoas à todo esse mal? O que leva pessoas, supostamente racionais, a agir como monstros?”. Histórias assustadoras de pessoas que praticam necrofilia... O que uma pessoa que faz isso tem na cabeça? O que existe na mente de uma pessoa que pratica antropofagia? Nem em casos extremos.

Eu não vejo mais televisão. Meu objetivo em assistir televisão, que é muito raro, não foca as “atualidades” do telejornal, mas sim um filme que vai passar em um canal qualquer. Não é agradável ver televisão para saber que uma criança foi abusada, que um senhor foi espancado, que o mendigo na rua foi queimado, que a violência está cada vez pior. O que mais me assusta em tudo isso é notar que as pessoas não se espantam mais com uma notícia trágica, que a comodidade já dominou a indignação das pessoas, que tudo o que ocorre fora, ou até dentro da sua casa, já é normal. Normal? Isso não é normal. As coisas absurdas que se tornam rotineiras se tornam coisas normais? Decepcionante. Não é normal toda essa violência. Não falo apenas de violência física, mas de violência moral também.

O pior de tudo é saber que isso não vai mudar. É ser realista e saber que não tem como mudar algo que já se tornou comodidade de uma massa em um país. Tudo isso deve-se à ignorância de uma população. Não tem como uma pequena parcela do povo mudar a opinião da maioria, essas são pessoas que não conseguem assimilar os fatos. São muito raras as pessoas que vão conseguir entender o que está errado. Tudo começa com uma base. E como diz meu professor, a base é o povo, a base somos nós.

6 comentários:

Nathalia Nicolosi disse...

Olá!
Eu também adoro esses papos cabeça, é sempre bom dividir nossos pensamentos e expor nossas idéias.
Mas realmente, não vale a pena assistir a televisão, pois só vemos desgraça no mundo atual. É muito triste.
Mas eu ainda prefiro acreditar que existe gente boa no mundo.
Eu escrevi um texto há alguns dias atrás, que se chama "Irracionais", acho que você vai gostar. Procura lá, se quiser :-)

Lindo seu blog, vou seguir.
Um beijo!
http://serenico.blogspot.com/

Expe disse...

oieee

adorei o blog,estou te seguindo.Siga-me tb.

beijosss

http://antene-semakeup.blogspot.com/

Expe disse...

Oláa
obrigada por seguir...

volte sempre.

beijos


http://antene-semakeup.blogspot.com/

Expe disse...

com certeza flor..kkk
até mais
boa noite

bjss
http://antene-semakeup.blogspot.com/

Nathália de Freitas disse...

Oi Giselaine!
Estou conhecendo seu blog agora e adorei! Mt interessante o post! Vc escreve mto bem! É tanta tragédia mesmo uqe eu tb só assisto a televisão pra ver um filme que vai passar.

Já estou seguindo seu blog!

Bjooo

Nath de Freitas
http://nathdefreitas.blogspot.com

giselaine alves ♫ disse...

ówn gente, muito obrigada pela visita e pelas palavras! fico feliz em saber que gostaram. sintam-se a vontade! um beijo ;*