domingo, 10 de outubro de 2010

#37 - em você, com você, para você

Já havia me acostumado tanto com a tristeza  que sua ausência é tão notada, tão estranha. Faz tempo que não sinto um alívio assim, está tudo tão leve. Tudo é tão mágico, magnífico. Reconstruir objetivos é a melhor coisa que existe. Só há como sair do poço, quando queremos sair dele.

O mundo está todo rosa novamente. Está intenso, iluminado. Vendo tudo ao meu redor se reconstituir comigo, para minha felicidade, para a felicidade de quem eu amo. Os choros não são mais ouvidos. Meus amigos sorriem, revivem. O poder que uma pessoa tem de destruir um coração, outra tem de reconstruir. As pessoas ao meu redor estão de coração intacto, radiando a alegria de sorrir. A felicidade que eu sinto, está estagnada na minha alma, na sua alma. É um novo começo, um recomeço.

E as músicas tristes não são mais ouvidas para chorar, se identificar ou sofrer. Ouvir músicas assim, são apenas pelo gosto. Não pela mágoa. As melodias que arrancaram lágrimas, curam todo o vazio que está sendo preenchido. Zombar de todas as coisas que passaram pela minha mente enquanto chorei.

O foco agora é a felicidade. Não seguir as regras impostas pela sociedade. Apenas ter senso, apenas buscar ser o que é. Ser você mesmo. Sem modas, opiniões, pensamentos ou ações alheias. Não seguir a massa, não seguir quem não está preocupado com você. Liberte-se do padrão. A tradição do homem não é permanecer igual, mas estar em constante evolução.  Não seja infeliz porque o mundo é infeliz, não use roupas sociais porque é o que o mundo acha belo. Qual é a graça de ser igual ao resto? O diferente é que revoluciona.

Todos sabemos que viver não é fácil, o mundo exige demais. Mas não custa muito tentar sorrir. Somos nós quem construímos nossa própria felicidade. Confesso que não sou detalhista, mas são os detalhes que devem ser mudados para que surjam mudanças. A nossa felicidade é construída por nós mesmo, mas ela se torna cada vez maior quando compartilhamos. Tudo pode começar com um bom dia, um sorriso, um abraço, um “eu te amo”. Seja sincero, não banalize as coisas boas da vida, não banalize o amor.

Faça uma pequena limpeza no seu armário, jogue fora todo o rancor que há dentro de si, desenvolva joguinhos do tipo “quantas pessoas posso fazer sorrir hoje”, sorria também. Procure seus amigos. Dê um abraço nos seus pais. Procure um amor. Seja feliz. Faça alguém feliz. A diferença está no seu sorriso. A diferença começa em você, com você, para você.



3 comentários:

Sabrina Torres disse...

"O foco agora é a felicidade"
Eu te entendo tão bem Giih, é tão bom sentir-se leve, feliz, vivendo em um mundo super cor-de-rosa.
Adoro seu posts :D

Hermes disse...

Adoro seu posts :D ²

O que eu posso falar, se essa criaturazinha-autora-desse-blog está em qase tdos os momentos onde estou feliz?

Feliz Felicidade Parça o/

L.C. disse...

Procure um amor. Seja feliz. Faça alguém feliz.

adorei *-*!