sexta-feira, 3 de setembro de 2010

#30 – Querer feriar, a-ma-re-li-nha.


Essa semana, resumidamente, foi um sa-qui-nho. Não há razões notáveis. Talvez a ansiedade pelo feriado com emenda... Melhor coisa que pode acontecer quando sua agenda está supersaturada, mesmo tendo 13468431564813 coisas para fazer durante o tempo “ocioso”.
Descobri que amanhã estarei indo à praia. Minha mãe que estava arrumando a minha mala. Não estou necessariamente super-feliz, mas acho que vai ser relativamente bom para o meu processo de desestresse rotinal. Meu pai convidou minha amiga para ir conosco, espero que ela consiga ir, vai ficar bem mais divertido.
Encontro-me num momento muito brisa. Muito zen, mesmo. Não, eu não usei drogas. Acho que é o sono acumulado que me mantém dessa forma. Escutar música é ótimo quando estamos assim, alimenta a imaginação: “Um minuto para o fim do mundo – CPM22” agora .
Andei muito pensativa por esses dias aí... Lembrando de coisas de quando eu era menor, desenhos animados que já assisti, brincadeiras que eu brincava, o parquinho do pré... Bons tempos. Na quarta, falaram que eu estava mais “madura”, que antes eu era mais criança... Eu achei engraçado, ficou na minha cabeça. As coisas não acontecem como queremos, com o tempo vamos vendo a razão das coisas. Perdas e ganhos têm sua finalidade. Quanto mais difícil for o obstáculo, aquela pessoa que era fraca e dominada pelo medo vai ficando mais forte e deixando o medo mais longe. Experiência obtdida? Ver o mundo por um segundo ângulo? Acordar de um sonho perfeito? Não sei... Apenas escutarei minhas músicas diversificadas e olharei o mar sob um céu que já não é tão azul.
A-ma-re-li-nha.    :}

1 comentários:

Kevin Campos Correia disse...

eh mto bom pensar no passado , naquela inocência e ver no quanto maduro nos tornamos, o mto q mudamos...
xD